terça-feira, 17 de maio de 2011

afaste a dor de mim (8)



Eu não poderia mas contar quantas vezes eu sentei no chão da cozinha e chorei, desesperadamente, como se fosse aliviar a dor que estava sentindo, quantas vezes procurei algo para me cortar, quantas vezes coloquei a ponta da escova de dente na goela pra jogar tudo fora, quantas vezes me senti inútil e frágil , quantas vezes chorei no chuveiro, quantas vezes deixei me influenciar, quantas vezes taquei de propósito minha cabeça na parede, como se eu fosse esquecer tudo , quantas vezes eu digitei a frase " eu estou bem " enquanto eu chorava, eu jamais poderia contar, porque foi mais que uma , mais que duas, mais que três , ás vezes caio em tentação e ainda faço algumas dessas coisas, especialmente dizer que está bem quando não está, eu poderia falar durante horas e horas porque de tudo isso, o porque da dor o porque da revolta mas eu prefiro me calar, preservo meu silêncio mas não as minhas lágrimas .

Nenhum comentário:

Postar um comentário