quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Seu único amor, agora está morto !


Me jogue sobre o chão e não me deixe levantar , me faça rolar sobre cacos de vidros  e sinta o meu choro ardente , sem dizer nada , rasgue as únicas lembranças que tenho de meus amigos na minha frente e depois queime , ouça o meus gritos tremendo seu tímpano , pegue uma lâmina e escreva seu nome em meus seios , e depois cuspa em mim , diga que eu não valho nada , e que tudo que vivemos não foi digno de ficar na memória, e depois me mate , com uma única facada no peito , e faça ela atravessar até o outro lado, deixe meu sangue escorrer até o solo dos teus pés , e veja sua imagem refletida em um rio de sangue lembre - se do que vivemos por milésimos de segundos, lembre o quanto te amei , e o quanto cuidei de você e que você mentiu pra mim , me enganou e escondeu coisas de mim, mais mesmo assim fiquei com você , pois te amava é era isso que importava , e você simplesmente não suportou a idéia de tantas coisas sendo aprontadas e eu perdoando elas , e então ver a minha morte me torturar e ser o ultimo a ouvir meus gritos te faria bem , pelo menos é oque você pensava , pois agora você está sozinho e matou seu único amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário